Saúde e bem-estar

Sua cama de grades é segura para o seu bebé?

Para garantir o bem-estar do seu bebé, o seu quarto deve ser livre de armadilhas e perigos. A cama de grades merece atenção especial e, por isso, algumas recomendações devem ser seguidas.
1 de maio de 2020
Bebé dormindo no berço

Quando os bebés nascem, uma das grandes preocupações dos pais é o ambiente de sono deles. Uma coisa é certa: seu filho vai passar uma grande parte dos primeiros anos no berço e na cama, então ela é uma das aquisições mais importantes.

Os recém-nascidos passam por volta de 16 horas do dia dormindo, e as crianças de 3 a 5 anos, passam entre 11 a 13 horas. Para ajudar a prevenir acidentes, a União Europeia aprovou um conjunto de normas para regulamentar produtos que possuem como destinatários recém-nascidos e crianças.

A Associação Para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) possui um guia completo, com uma série de recomendações sobre a camas de grades. Veja abaixo como garantir a segurança do seu filho.

O que procurar ao comprar

  • Escolha um modelo homologado pela Norma Europeia EN 716;
  • As grades devem ter no mínimo 60 cm de altura e, no máximo, 6 cm de distância entre as barras ou outras aberturas. As barras não devem ser horizontais;
  • O colchão tem atender aos requisitos da Norma Europeia 16980. Deve ser firme e bem ajustado ao tamanho da cama. Não podem existir espaços entre o colchão e as grades;
  • Se escolher uma cama de viagem desmontável, verifique a facilidade de acionar o sistema de montagem e de bloqueio, se este fica fora do alcance do bebé e garanta que não se fecha com a criança lá dentro;
  • As camas de grades são preferíveis aos berços. No entanto, se optar por um berço escolha um modelo estável e sem aberturas superiores a 6 cm, que cumpra a Norma Europeia EN 1130. Se estiver assente numa base, verifique se o sistema de encaixe e fixação é fiável. Garanta que o colchão é firme e fica bem adaptado às laterais para que não haja qualquer espaço.

Recomendações de utilização

  • Coloque a cama de grades afastada de cortinas, fios de estores, candeeiros de parede ou outros cordões pendurados devido ao risco de estrangulamento;
  • Para evitar quedas, afaste-a de janelas e móveis que a criança possa usar para trepar;
  • Caso o estrado seja regulável em altura, desça-o à medida que a criança cresce. Verifique que ficou bem fixo;
  • Não deixe na cama almofadas, brinquedos, peluches, fraldas nem fitas/laços quando a criança está deitada, para evitar o risco de asfixia;
  • Evite pôr uma proteção almofadada por dentro das grades, devido ao risco de sufocação. Se o fizer confirme que fica bem presa para não cair sobre o bebé e retire-a quando ele começar a gatinhar para evitar que a use para trepar;
  • No 1º ano de vida não use edredom, mas sim cobertores de lã ou algodão, para reduzir o risco de sobreaquecimento;
  • Deite o bebé com os pés a tocar no fundo da cama e coloque a roupa abaixo dos ombros, para evitar que possa cobrir a cabeça;
  • Quando a grade fica à altura dos mamilos da criança em pé, aumenta o risco de ela trepar e cair. Retire-a ou baixe-a quando a criança começar a tentar sair sozinha;
  • Nessa altura, ensine-a a sair de barriga para baixo. Pode pensar em mudá-la para uma cama de criança (solteiro) com proteção lateral;
  • Antes de deitar o bebé na cama de viagem, verifique que se encontra totalmente aberta e que o sistema de encaixe está bloqueado e inacessível à criança.

Embora intuitivamente sejamos levados a acreditar que um colchão macio trará mais conforto para os nossos filhos, eles na verdade representam um perigo, pois aumentam o risco de asfixia. Uma forma de testar a rigidez do colchão é pressionar no centro e nas bordas do colchão e ele deve voltar ao normal assim que retiramos o dedo.

Berços usados

O berço é um item que você definitivamente deve preferir comprar um novo, pois é a melhor forma de você garantir que ele é seguro. Caso não seja possível e você queira comprar de segunda mão, por exemplo, ou herdar de algum familiar, tenha certeza que ele cumpre todas as normas de segurança. Além disso, veja quem é o fabricante do berço e o modelo, e verifique se houve recall.

Acha que nosso post pode ajudar mais alguém? Partilhe!
Link copiado