Como escolher

Como escolher um desumidificador de ar para a sua casa?

Um guia rápido e prático sobre como escolher o melhor desumidificador de ar para a sua casa.
12 de janeiro de 2020
Foto de um desumidificador

Portugal é um país bastante húmido, principalmente na altura das chuvas. Quando o inverno começa, a saga para controlar a humidade também inicia-se e, muitas vezes, é comum ao acordar, perceber as paredes do quarto molhadas. A humidade elevada acaba por criar um ambiente propício para o aparecimento de mofo que pode ser prejudicial à saúde. Se você tem um bebé, esse pequeno ser ainda está a desenvolver as defesas naturais do corpo e dormir em um sítio com muita humidade pode trazer desconforto e piorar alergias.

Se quiser entender mais, leia nosso post sobre mofo nas paredes.

Como funciona o desumidificador?

Os desumidificadores funcionam através da circulação do ar frio, por meio de um compressor ou conversores termoelétricos (tecnologia Peltier), por exempo, que provocam a condensação e a consequente retirada do vapor d'água presente no ar, reduzindo assim a humidade relativa do ambiente.

A água condensada acumula-se em um recipiente removível que deverá ser drenado quando estiver cheio. Os desumidificadores possuem sensores para avisar quando o recipiente estiver cheio e não há risco de transbordamento.

Também é possível instalar uma mangueira de drenagem contínua, para que a água siga para outro local de descarte através da mangueira, sem a necessidade de utilizar o recipiente de acúmulo de água.

Os desumidificador gasta muita energia?

De maneira resumida, o consumo final depende da potência do equipamento e das horas e condições de uso. Porém, para se ter uma ideia, um desumidificador de capacidade média (para uma área de 20m²) com 400W de potência, ligado 4 horas por dia, resultará em um consumo mensal de 48 kWh, ou € 7,68 se considerarmos o custo do kWh de € 0,16. Você pode consultar quanto você paga por kWh na sua conta de energia.

Como escolher desumidificador?

Em geral, os desumidificadores diferenciam-se por quatro características:

Capacidade de retirada de água

Medida em litros. Refere-se ao máximo de água que pode ser retirada em 24 horas dentro de um ambiente com 80% de humidade e temperatura de 30 graus. Esse valor é resultado de um teste feito em laboratório. As capacidades mais comuns são: 12, 16, 20 ou 35 litros.

Isso não quer dizer que o seu desumidificador vai retirar esse volume de água da sua casa todos os dias. O volume total de água retirado depende da humidade relativa, da vedação do ambiente (portas ou janelas devem estar bem fechadas), da circulação de pessoas, dos móveis e materiais encontrados na habitação, entre outros fatores.

Antes de escolher o seu, é preciso saber o tamanho da área que você irá desumidificar. Assim, você poderá escolher um aparelho com capacidade de extração de água compatível, caso contrário, ele não será eficiente.

Qual capacidade de extração deverá ter o meu?

Para um quarto de 10 metros quadrados, por exemplo, recomendamos desumidificadores com capacidade de 16 a 20 litros, pois ele terá uma boa capacidade de reservatório. Assim, você precisará esvaziar o reservatório de água menos vezes. Para salas e ambientes maiores, recomendamos equipamentos com 20 a 35 litros de capacidade.

Quanto maior a capacidade de extração, maior será a o seu reservatório, ou seja, você precisará retirar o compartimento de água menos vezes. Se você pretende desumidificar áreas menores, os de 10 a 12 litros são suficientes.

Capacidade do reservatório

Também é medida em litros. Esse valor refere-se ao volume total do reservatório que é utilizado para o acúmulo da água retirada do ambiente.

Para o uso em um quarto ou numa sala, recomendados adquirir um desumidificador com reservatório de pelo menos 4 litros, para evitar a necessidade de esvaziá-lo mais de uma vez por dia.

Nível de ruído

Medido em decibéis (dB), representa o volume do som emitido pelo equipamento em funcionamento. Para efeitos de comparação, uma conversa normal tem 60 dB.

Para a utilização no quarto durante o sono, é recomendável um equipamento com nível de ruído de até 45 dB. Em outros ambientes, pode-se utilizar equipamentos com nível de ruído de até 50 dB. Porém, em qualquer situação, quanto menor for o nível de ruído, melhor.

Funções e recursos

Em geral, os desumidificadores possuem um modo para selecionar a humidade desejada, o humidóstato. Nesse modo, o equipamento liga e desliga automaticamente para manter a humidade no nível desejado.

Além dele, também possuem um modo de operação contínua, que mantém o equipamento ligado até o reservatório ficar completamente cheio. Esse modo pode ser utilizado para secar roupas dentro de casa, por exemplo.

Outros equipamentos também possuem um modo silencioso e prometem um funcionamento com menos ruído utilizando essa função, porém, nem sempre tem tanta diferença assim. Por experiência própria, podemos falar que mesmo com essa função ativada, o ruído do compressor é praticamente mesmo. A única diferença é uma redução na velocidade de circulação do ar, que reduz um pouco o ruído total, mas muitas vezes pode fazer pouca diferença.

Também é possível que ele tenha um temporizador, que permitirá que você o deixe ligado durante a quantidade de horas definida e também é uma forma de economizar energia.

Caso você pretenda utilizar o desumidificador em mais de um ambiente, é importante que ele possua rodinhas ou pegas para facilitar o manuseio.

Se você tem interesse em comprar um desumidificador, não deixe de conferir a nossa lista de melhores desumidificadores.

Acha que nosso post pode ajudar mais alguém? Partilhe!
Link copiado